Encerramento do Seminário Interdisciplinar sobre políticas agroecológicas no Pará

Ontem, dia 3 de outubro, aconteceu o encerramento do Seminário Interdisciplinar para alunos da graduação, com certificado de 60 horas, sobre o tema “O desafio de implementar nos municípios do Pará políticas agroecológicas: uma abordagem que focaliza em Água Azul do Norte, Melgaço e Juruti”. A ação foi resultado da parceria entre o Programa Interdisciplinar Trópico em Movimento e o Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), da Universidade Federal do Pará (UFPA).

“Agradeço a vontade de aprender e a participação de cada um de vocês. Estou encantado, obrigado por me darem insumos de alegria e motivação para continuar nesta caminhada teimosa. O fato de vocês terem entendido a importância de superar as barreiras entre as disciplinas já demonstra que o Seminário foi um sucesso”, disse Thomas Mitschein.

O último encontro do Seminário teve a presença de Thomas Mitschein, coordenador do Programa Interdisciplinar Trópico em Movimento; Sergio Nunes, coordenador do Grupo de Filosofia Temática (GFT) e Claudionor Dias, pesquisador colaborador do Trópico em Movimento. 

“Achei interessante o curso, válido pela troca de experiências em que nos pudemos  conhecer melhor os municípios de Juruti, Melgaço e Água Azul do Norte. Não sou nascida no Estado do Pará, sou manauara, mas eu sempre pensei em conhecer o interior do Pará e esse seminário só fez a minha vontade crescer ainda mais”, afirmou Deborah Gadelha, graduanda em Filosofia.

Para Elias Freitas, aluno do oitavo semestre de Filosofia, o fato do Seminário ter sido interdisciplinar foi algo que marcou de maneira singular, pois “pudemos  observar vários profissionais falando sobre o mesmo objeto e percebemos que essa iniciativa transversal permite que a Universidade interaja de maneira mais direta com a sociedade”, pontuou.

O Seminário foi um passo relevante para a construção de caminhos interdisciplinares, é o que acredita o professor Sérgio Nunes, dentro da UFPA, e deixa claro o papel da Filosofia aplicada para a realidade local.

“A Filosofia sistemática liga o ser humano à realidade, percebemos a importância e a necessidade de desenvolvermos uma mentalidade ecossistêmica. Infelizmente, ainda vivemos em um sistema educacional cartesiano que já está fora de moda, em que cada campo do conhecimento está isolado, sem exercer o diálogo intelectual. Estamos aqui para tentar fazer diferente”, esclareceu Sério Nunes.  

Contextualização - O Estado do Pará contribui para o Produto Interno Bruto (PIB) nacional com 2,1 %, mas joga na área do comercio exterior como time grande, ocupando entre os estados exportadores do Brasil um lugar de destaque. Ganha, portanto, hard cash para o país inteiro.  Porém, nesta condição está sendo prejudicado pela Lei Kandir que, desde setembro de 1996, isenta do tributo ICMS os produtos e serviços destinados aos mercados externos.

A partir deste contexto o Seminário Interdisciplinar abordou Água Azul do Norte, Melgaço e Juruti.  Municípios localizados em três mesorregiões diferentes que podem ser tidos como espaços que permitem processos de organização através da implementação de estratégias agroecológicas, que tornam os agentes locais protagonistas através da auto-organização comunitária.

Trópico em Movimento © 2016 - 2019.

Campus UFPA - Rua Augusto Corrêa, 01 - Casa do Poema,

Bairro Guamá, 66075-110, Belém, Brasil

(091) 3201-7700

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page