Filosofia em Movimento

 

Em agosto o Programa Interdisciplinar Trópico em Movimento comemorou três anos de existência e um de seus colaboradores, o professor Dr. Sérgio Nunes, falou sobre a relação do Grupo de Filosofia Temática (GFT) com o Programa e quais suas perspectivas para os anos que estão por vir.

Graduado em Filosofia e Psicologia, mestre em Letras e doutor em Filosofia pela Universidade de São Paulo, Sérgio Nunes, começou sua parceria com o Trópico em 2016, durante a II Jornada Benedito Nunes, evento organizado pelo GFT, quando buscava um local na Universidade para implementar o Projeto Quintal Ecológico.

“Por acaso entrei no Trópico e vim conversar com o Thomas a respeito do quintal e foi justamente nesse primeiro encontro que nos conhecemos e ele já me levou para uma área e disse que eu poderia desenvolver o meu projeto lá. Desde esse momento que nos integramos academicamente ao Trópico”.

O Quintal Ecológico Lauro Barbosa da Silveira é um projeto de filosofia ecológica que busca interagir sinergicamente com a fauna e flora local a partir da teoria dos sistemas complexos, aplicada aos ecossistemas amazônicos.

“Não envolve apenas estudiosos de filosofia sistêmica, mas envolve também biólogo, agrônomo, geógrafo, físico. Temos uma equipe interdisciplinar que está nesse projeto justamente para trazer contribuições das suas áreas para que a gente consiga gerar conhecimento sobre essa relação entre as plantas e o meio ambiente e das plantas entre si”, explicou Sérgio.

Para o filósofo a parceria com o Trópico nesse projeto e em diversas ações e eventos revela uma peculiaridade e um caráter que vai ao encontro das demandas interdisciplinares que possam dialogar com vários saberes, pois isso permite quebrar um paradigma ortodoxo que ainda se mantém na Universidade de cunho cartesiano em que os saberes estão isolados entre si e não há troca de informações e nem geração de conhecimento. “O Trópico quebra esse paradigma, ele inova aonde os saberes orbitam em torno de objetivos comuns voltados essencialmente para o meio ambiente”, pontuou.

Ao pensar no futuro, Sério acredita que o Trópico tem condições de ganhar dimensões acadêmicas mais consistentes no sentido de formação de lideres que consigam desenvolver ações nos seus espaços, nas suas localidades, nas suas áreas de atuação. Ações diretas e propositivas que tenham o meio ambiente como área de relevância, “o Trópico deve tornar-se uma unidade acadêmica voltada para projetos de extensão e voltada para a formação acadêmica ao nível de pós-graduação”, concluiu.

GFT - Foi criado EM 2013 visando desenvolver atividades de pesquisa de maneira interdisciplinar, em diálogo constante com as demais ciências, englobando principalmente as seguintes áreas: Filosofia da Mente, Filosofia Informacional e Filosofia Ecológica.

Trópico em Movimento © 2016 - 2019.

Campus UFPA - Rua Augusto Corrêa, 01 - Casa do Poema,

Bairro Guamá, 66075-110, Belém, Brasil

(091) 3201-7700

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page