Projeto de incubação de catadores inicia nova etapa

As equipes formadas por pesquisadores, técnicos e colaboradores já começaram a coleta de dados para a elaboração do diagnóstico dos empreendimentos. As atividades tiveram início no dia 3 de junho e serão realizadas até o dia 15 na região metropolitana de Belém.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Durante o período de elaboração do diagnóstico de cada empreendimento de catadores e catadoras da região metropolitana de Belém, que inclui Benevides, Marituba, Ananindeua e Belém, a equipe do projeto "Incubação para fortalecimento de cooperativas e associações de catadores e catadoras de materiais recicláveis e reutilizáveis – em municípios do Pará" aplicará um questionário estruturado com questões abertas e fechadas, contendo itens específicos e atendendo as finalidades dos pontos que serão levantados.

“É a fase mais importante, porque vai dar subsídios para conhecermos questões relacionadas à vida do empreendimento. Questões sobre  gestão, execução da base, se eles estão participando efetivamente na política de resíduos no município”, outo aspecto importante é perceber a “relação dos empreendimentos com o governo, o mercado e entre eles. O diagnóstico apresenta essa ressonância do que acontece interna e externamente”, explica  Claudionor Dias, pesquisador do Programa Trópico em Movimento.

A partir da finalização dos diagnósticos, será realizado um seminário por polo para a apresentação dos resultados obtidos. Esses seminários oportunizarão discussões e debates sobre as problemáticas dos empreendimentos de catadores e catadoras de materiais recicláveis em face da conjuntura local e regional, será também demonstrado uma relação de gargalos e problemas que podem dificultar o avanço do processo de auto–organização dos empreendimentos.

Trópico em Movimento © 2016 - 2019.

Campus UFPA - Rua Augusto Corrêa, 01 - Casa do Poema,

Bairro Guamá, 66075-110, Belém, Brasil

(091) 3201-7700

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page