Trópico em Movimento reúne com Sindicato de marcenaria

Na tarde de ontem, dia 30 de Maio, o presidente do sindicato da indústria de marcenaria do estado do Pará  (Sindmóveis), Maurício Kaiano, reuniu-se com técnicos do Programa  Interdisciplinar Trópico em Movimento para debater a possibilidade de cooperação técnica e pesquisa na reciclagem de serragem e pó de serra produzidos pelo setor.

De acordo com Maurício, só na região metropolitana de Belém o sindicato conta com cerca de 220 associados, a maioria pequenos empreendimentos. Além disso, os resíduos – pó de serra e serragem maravalha – não possuem química, são geralmente proveniente de madeira bruta, o que permite uma matéria prima de boa qualidade para reciclagem e reutilização.

Dentre os produtos que podem ser produzidos a partir do material está o briquete – uma lenha ecológica fabricada através do processo de compactação mecânica e usada em caldeiras industriais e também na substituição da lenha comum. Pedro Saviniano, agrônomo e técnico do Programa Trópico em Movimento, lembrou também da utilização “da serragem na compostagem, um elemento fundamental para transformação do resíduo orgânico em adubo e muito usado no setor aviário”, disse.

Para Thomas Mitschein, coordenador do Programa, há interesse em pesquisar e desenvolver tecnologia para este setor, para isso é preciso “traçar estratégia para por em prática competência técnica, tecnologia e mercado” e afirma importância política deste setor enquanto produtores e na contribuição para a economia local.

O Programa Trópico e Movimento e o SindMóveis devem voltar a se reunir em breve para dar continuidade ao planejamento e avaliação técnica da parceria. Estiveram presentes na reunião também o Juliano Salgado e Fidelis Paixão.

Texto: Flávia Cortez

 

Trópico em Movimento © 2016 - 2019.

Campus UFPA - Rua Augusto Corrêa, 01 - Casa do Poema,

Bairro Guamá, 66075-110, Belém, Brasil

(091) 3201-7700

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page