Trópico em Movimento participada de workshop sobre Economia Solidária na Seaster

 

 

 

 

A Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) realizou na tarde desta terça-feira (30) a “Capacitação em economia solidária, cooperativismo, autogestão, cadeia produtiva de resíduos e informática dos catadores e catadoras do projeto Pró-Catador”. O evento ocorreu no auditório da Seaster e teve como principal finalidade promover e fortalecer a política pública estadual de Economia Solidária. Na ocasião, também ocorreu a assinatura do contrato entre a secretaria e as instituições executoras dos cursos de qualificação do Plano Estadual de Qualificação Social e Profissional do Estado do Pará (PQSP/PA).

Componente da mesa de abertura do evento, a representante do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis do Pará, Maria Trindade, disse que se sentia grata pelo estado abraçar a causa. “Meu desejo é de que não façamos apenas a coleta seletiva, mas que possamos adquirir maquinários para processar esse material e concorrer com grandes indústrias. Unidos nós somos capazes e é isso que queremos e devemos mostrar”, falou.

O professor doutor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Thomas Mitschein, que também compunha a mesa de abertura, disse que a questão do destino que é dado aos resíduos sólidos é um desafio não só para o estado do Pará, como também para o Brasil e o mundo. “Eu gostaria de parabenizar a Seaster pela iniciativa, porque precisamos contribuir para que os catadores possam cada vez mais se empoderar. Eles são capazes e nisso temos que investir”, considerou.

Os cursos serão promovidos pela Associação Brasileira de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Abradesa), Instituto Vitória Régia e Sociedade de Meio Ambiente Educação e Cidadania (Somec), vencedoras de processo licitatório. Em nome das instituições, a representante da Abradesa, Larissa Moraes, ressaltou que os catadores precisam abraçar essa oportunidade. “O que o governo do estado está fazendo é algo muito importante. Por isso, queremos qualificar quem abraça essa oportunidade. Em nome das instituições executoras, eu peço o compromisso de vocês para fazer esse projeto dar certo”, pediu.

O titular da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda, Heitor Pinheiro, fechou os pronunciamentos dos componentes da mesa de abertura. Ele frisou que fez questão de estar presente naquele momento. “Eu me sinto parte dessa história. Essa luta já tem muito tempo e hoje estamos aqui para dar mais um passo nessa caminhada. Diante do cenário nacional, esse é um momento fantástico, pois conhecimento é algo que jamais poderá ser tirado de vocês. Nós queremos proporcionar algo além de ocupação, queremos proporcionar oportunidades”, destacou o secretário, que agradeceu à equipe pelos esforços em evitar ao máximo a redução dos postos de trabalho e qualificação.

Com o tema “A importância da Economia Solidária no Âmbito da Política Pública de Trabalho, Emprego e Renda”, a palestra foi ministrada pelo secretário Adjunto de Trabalho, Emprego e Renda, Everson Costa. “Aqui na secretaria temos o cuidado de dizer que a qualificação não garante o emprego de ninguém, mas dá oportunidade de melhores salários e conquistas no mercado. Nossa proposta é olhar a economia solidária no campo do empreendedorismo. Essa política traz o conceito de autogestão, trabalho de forma cooperada e vocês são a prova viva de que essa política dá certo”, discursou.

Por Inara Soares

Trópico em Movimento © 2016 - 2019.

Campus UFPA - Rua Augusto Corrêa, 01 - Casa do Poema,

Bairro Guamá, 66075-110, Belém, Brasil

(091) 3201-7700

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page